Viagem ao Centro da Terra #21

resized_P_20160411_202355

Autor: Julio Verne
Editora: Martin Claret
Ano: 2005
Páginas: 210

“Não se tratava da luz do sol, com os deslumbrantes e esplêndidos raios, nem tampouco da claridade pálida e vaga do astro da noite, que é somente um reflexo sem calor. Não. O poder iluminante dessa luz, a sua trêmula difusão, a sua brancura, a pouca elevação da sua temperatura, o seu brilho, na realidade superior ao da Lua, denunciavam claramente uma origem elétrica.”

Uma viagem fantástica.
O livro é uma narração em primeira pessoa de Axel, sobrinho de um famoso mineralogista chamado Otto Lidenbrock, que descobre, por acaso, um antigo manuscrito que deixa claro que uma viagem ao centro da Terra é possível, mesmo contra todos os estudos científicos. A partir de então, contra todos os argumento possíveis de Axel, Lidenbrock empreende os preparativos para a aventura.

Partem primeiro para a Dinamarca e depois para a Islândia, pois é nesse país que existe um vulcão antigo de nome Sneffels que possui uma caverna que leva ao centro da Terra. A descrição de sua jornada até o cimo do vulcão é de tirar o fôlego. Com a companhia de Hans, um caçador islandês de poucos sentimentos, partem para baixo, para o desconhecido, e é nesse ponto que o livro se torna um relato de uma das mais prodigiosas aventuras da literatura, com momentos de tensão e de encantamento.
Quando nada mais extraordinário poderia acontecer, surge diante dos três aventureiros um mar! Sim, um mar, com uma praia feita de pó de conchas e ossos de animais pré-históricos. Com florestas de cogumelos com inimaginável altura, com uma claridade elétrica que tornava o ambiente claro como um dia de sol. Vislumbrar esse cenário torna o livro mais incrível. Qual não é a surpresa do leitor quando Axel e seu tio, ao empreender uma busca pela floresta de cogumelos encontram animais pré-históricos ainda vivos!! E quando encontram um ser humano gigantesco vivendo em um mundo subterrâneo??
Ao tentar atravessar esse estranho mar que se apresenta, os três são apanhados por uma forte tempestade elétrica e sua jangada feita de madeiras fossilizadas é devolvida ao ponto de partida.

Algumas descobertas e reviravoltas depois os três se vêem a bordo da jangada sendo levados pelas correntezas do mar até um abismo profundo. Após horas sendo levados para baixo, descobrem que o fluxo se inverteu e que agora estão sendo levados para cima, a água em torno deles entra em ebulição e eles são expelidos por uma erupção vulcânica para a superfície terrestre. Novamente o leitor é pego de surpresa, pois após entrar em uma caverna em um antigo vulcão na Islândia, os três aventureiros são expelidos por um vulcão na ilha de Stromboli na Itália, no mar Mediterrâneo!!

O surpreendente em Julio Verne é que a história se desenrola de maneira suave, mas intensa. Desde a descoberta de antigos manuscritos, passando pelos primeiros preparativos em Hamburgo, a viagem para a Islândia e por fim a verdadeira aventura rumo ao centro da Terra, a história se apresenta de maneira contundente, sem pontas soltas. O leitor não fica em dúvida sobre o que os personagens estão vivendo, por mais estranho que possa parecer. Os olhos de Axel, do Professor Lindenbrock e de Hans são os olhos do leitor.

É uma obra de leitura fácil, com capítulos curtos, e com descrições precisas, mesmo de equipamentos de geologia do século 19. Uma história muito interessante e cheia de aventuras. É um daqueles livros que você não consegue parar de ler, e fica ansioso pelos desdobramentos.
Então, prontos para uma aventura?

Até a próxima!

Comprar:
Amazon

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s