A Maldição do Espelho #2

aAutor: Agatha Christie
Editora: Nova Fronteira
Ano: 2015
Páginas: 247

Assassinatos – disse Miss Marple – podem acontecer em qualquer lugar. E acontecem.

A história inicia com uma idosa Jane Marple olhando para seu jardim com ar de solidão. A idade havia chegado, era inevitável. Mas Miss Marple estava longe de estar entregue, o que não podia evitar era ser obrigada a ter uma dama de companhia e ver diversas casas do governo sendo construídas próximas à sua bucólica St. Mary Mead. Mas tudo estava prestes a mudar quando a super atriz de Hollywood, Marina Gregg, e seu marido, o diretor renomado Jason Rudd compram uma grande propriedade na cidade e decidem fazer uma festa de caridade. Tudo seguia bem até que uma das convidadas, Sra. Badcock, sente-se mal, se apóia na cadeira, arqueja e morre.

Ela caiu em depressão quando aquilo aconteceu e mandou me chamar. Dei-lhe um sedativo, fiquei ao seu lado, segurando sua mão, dizendo para se acalmar, e que tudo ia ficar bem. Então ela disse: “Aquilo foi planejado para mim, doutor”.

O detetive da Scotland Yard e amigo pessoal de Miss Marple, Dermot Craddock é destacado para a pequena cidade depois que o inquérito inicial é inconclusivo, apontando apenas que a Sra. Badcock ingeriu uma dose letal do estimulante Calmo. Miss Marple aparentemente nada podia acrescentar ao caso, uma vez que não estava no local na hora do crime, mas seguindo o conselho de seu médico decidiu trabalhar junto com seu velho amigo para solucionar o crime.

Porque, não há dúvidas sobre isso, os maridos realmente, com muita frequência, querem matar suas mulheres, embora, naturalmente, algumas vezes eles somente o desejem e não o realizem mesmo.

Agatha Christie vai tecendo uma trama onde a cada momento um novo suspeito aparece. Em cada troca de informações entre os moradores de St. Mary Mead, em cada depoimento à Craddock e tudo o que chega aos ouvidos de Miss Marple, ela  vai traçando o perfil do assassino. Teria sido a secretária pessoal de Marina Gregg; teria sido seu marido; teria sido uma filha adotiva abandonada por Marina; ou poderia ser o mordomo italiano. Muitos suspeitos poderiam deixar qualquer detetive de cabelo em pé, mas com sua inteligência aliada à uma boa dose de bom senso, Jane Marple desvenda todo o mistério juntando peças que aparentemente não se encaixavam. O que está envolvido por trás de uma carreira de sucesso? O sucesso profissional supera as desilusões pessoais?

f

Um suspense muito bom de se ler, uma história bem montada, sem pontas soltas. E Jane Marple impecável na solução. Mais um ótimo livro de Agatha Christie.

Comprar:

Amazon

Indico a série para TV: Agatha Christie’s Miss Marple, de 2003, que conta com 23 episódios distribuídos em 5 temporadas.

Até o próximo livro da dama do crime!

Anúncios

6 comentários

  1. Gabe, se eu quisesse começar a ler Agatha agora, por onde vc indicaria que o fizesse?
    São muitos livrinhos, rsrsrsrsrs… , e todos parecem sempre tão estimulantes.
    E aceite sua culpa por me deixar com vontade de aumentar a pilha de livros em pleno período de provas. Isso não se faz. 🙂
    Beijoca

    Curtido por 1 pessoa

    1. Elaine, minha cara, como mesmo disseste são muitos livrinhos. Mas certamente indicaria: O Assassinato de Roger Ackroyd, O Caso dos 10 Negrinhos e o outro que já publiquei por aqui: Os Crimes ABC. Dar-te-ão um bom começo, certamente. Mas não temas, nunca conseguiremos pôr a lista em dia, ela aumenta mais do que podemos ler.
      Culpa aceita … rsrsrsrs
      Abraços.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Li recentemente dois livros da Agatha Christie e nenhum com a dupla de detetives famosos, e pra dizer a verdade, por melhor que sejam os livros de Miss Marple e Hercule Poirot, eu venho lendo e dando preferência para livros dela sem os dois famosos, li A Casa Torta e Aventura Em Bagdá, ambos em livro digital. Abraços.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Quem começa a ler Agatha Christie não para nunca… Apesar de gostar muito do Poirot (estava no primeiro livro dela que li, Morte na Mesopotâmia) a Miss Marple tem um jeito que te cativa, adoro quando ela compara as pessoas com outras da cidade dela. No final os tipos só se repetem mesmo…

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s