Filmes de Guerra, Canções de Amor #3

The Thin Red Line

Resultado de imagem para the thin red line

Título em português: Além da Linha Vermelha
Direção: Terrence Malick
Elenco: Sean Penn, Nick Nolte, John Cusack, John Travolta, Geroge Clooney, Adrien Brody, Jared Leto, Woody Harrelson.
Ano: 1998
Duração: 2h 50 min.

O filme conta a história do soldado Witt, recapturado pelo Exército Americano após desertar e se esconder em uma ilha e viver junto aos nativos aborígenes. A missão de sua Companhia é tomar uma colina em uma ilha do Pacífico e manter um campo de aviação para conter o avanço dos japoneses em direção à Austrália. Os fuzileiros navais já haviam feito a primeira parte, mas faltavam algumas colinas repletas de inimigos para transpor. O desembarque tranquilo era apenas um mau augúrio do que estava por vir. Uma terra devastada, queimada e destruída, um ambiente inóspito e agressivo à espera de carne fresca para saciar a fome. Os japoneses estavam tão bem instalados que os americanos não sabiam de onde os tiros vinham e a carnificina teve tempo e espaço. Após a tomada das colinas, os vilarejos viraram palco de mais mortes, mais loucuras e mais infâmias.

A guerra é apenas o cenário, mas o que está em jogo é a relação dos humanos com eles mesmos e com a natureza que os cerca. Por isso é um filme sem muitas cenas de ação, apesar de ser um filme de guerra. A finitude e a brevidade da vida tomam seu maior vulto quando o medo toma conta de homens comuns que se colocam à prova por um objetivo que na teoria deveria ser de todos. Um filme cheio de reflexões, principalmente sobre a vida e a morte, com diversos pensamentos sobre Deus e a criação, dos homens, da natureza, de tudo o que é belo e de toda a maldade que existe no mundo. A direção de Malick é impressionante: ao mesmo tempo em que se foca em uma árvore em alguns momentos de batalha, focaliza os corpos mutilados e mortos espalhados pelo chão. Beleza e crueldade, vida e morte. Mostrando como a existência é um fio que existe acima de uma navalha.

A maior crítica que o filme recebeu foi por contar com um elenco repleto de estrelas e não utilizá-los com mais tempo de fala e ação. Mas talvez a ideia do diretor fosse mostrar que mesmo sendo um filme, o protagonismo na vida não dependa da fama. Um filme para ser visto e revisto.

Soldado Witt: Você se sente sozinho?
Sargento Welsh: Só entre as pessoas.

Giacomo Puccini – Gianni Schichi – O Mio Babbino Caro

Gianni Schichi é uma ópera cômica em um ato de Giacomo Puccini, baseado no Canto XXX do Inferno, da obra Divina Comédia de Dante Aligheri. Na obra, Dante colocou os seus inimigos políticos e pessoais nos círculos do Inferno, entre eles Gianni Schichi, um cidadão de Florença que teria falsificado o testamento de Buoso Donati deixando a maior parte dos bens deste para a família Schichi. Na ópera de Puccini assiste-se a um espetáculo de ganância, sordidez e mesquinharia, quando cada um dos Donati tenta subornar Gianni Schichi para poder ficar com a maior parte dos bens.

Contudo, apesar dessa história nem um pouco romântica, Puccini conta também a história de Lauretta, filha de Gianni, que está perdidamente apaixonada por Rinuccio Donati, e que suplica ao pai que deixe alguma coisa para os Donati. Ao ouvir a resposta de Gianni de que não fará nada “por essa gente”, Lauretta entoa essa linda ária.

Apesar de existirem lindas interpretações dessa ária, sendo a mais conhecida a de Maria Callas, apresento a belíssima interpretação da pequena Amira Willighagen, em um concerto do maestro André Rieu. Vale citar a emoção que a canção causa na plateia.

Na imagem destacada o quadro de Robert Gibb, de 1881, intitulado The Thin Red Line. O nome do quadro se refere a uma célebre formação do Exército Britâncio executada pelo Regimento de Infantaria 93, de fardamento vermelho, na Batalha de Balaclava em 25 de outubro de 1854, durante a Guerra da Crimeia.

Até a próxima!

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s