The Division Bell (1994) – Pink Floyd #12

Resultado de imagem para the division bell disco capa

The Division Bell – 1994

1 – Cluster One – (Gilmour, Wright) – 5:58
2 – What Do You Want From Me – (Gilmour, Samson, Wright) – 4:21
3 – Poles Apart – (Gilmour, Samson) – 7:05
4 – Marooned – (Gilmour, Wright) – 5:29
5 – A Great Day For Freedom – (Gilmour, Samson) – 4:16
6 – Wearing The Inside Out – (Moore, Wright) – 6:49
7 – Take It Back – (Ezrin, Gilmour, Samson, Laird-Clowes) – 6:12
8 – Coming Back To Life – (Gilmour) – 6:19
9 – Keep Talking – (Gilmour, Samson, Wright) – 6:11
10 – Lost For Words – (Gilmour, Samson) – 5:14
11 – High Hopes – (Gilmour, Samson) – 8:31

The Division Bell é o décimo quarto álbum do Pink Floyd. Suas canções foram escritas principalmente por David Gilmour, em parceria com sua esposa Polly Samson, e por Richard Wright e tem como principal tema a falta de comunicação, junto com outras questões como o isolamento, conflitos e autodefesa.  Grande parte do álbum lida com questões de comunicação e de que muitos dos problemas da vida podem ser resolvidos através do diálogo. O título do álbum, The Division Bell, foi inspirado nos sinos da divisão do Parlamento do Reino Unido, tocado quando ocorre uma divisão de opiniões entre os parlamentares, o que indica o momento de haver uma votação.

A capa do disco é uma das mais famosas da banda:  duas enormes cabeças metálicas em um campo aberto. As esculturas foram colocados juntas e fotografados de perfil para criar a ilusão de que não só estavam um na frente do outro ou falando, mas que também apresentasse ao espectador um terceiro rosto. A construção que aparece entre elas é a catedral de Ely, uma pequena cidade em Cambridgeshire.

A comunicação, ou a falta dela, é o grande universo que o disco tenta se aprofundar.

Músicas

Cluster One – Instrumental

Um dueto da guitarra de Gilmour e do teclado de Wright.

Marooned –  Instrumental

Um solo de guitarra que remete aos velhos tempos do Pink Floyd. Linda canção.

What Do You Want From Me

Depois de tanta turbulência entre os integrantes da banda, muito fãs tomaram a posição de Waters e aumentaram a cobrança para os 3 que mantiveram o Pink Floyd. Essa música é uma resposta à esses fãs. Direto ao ponto.

Should I sing until I can’t sing any more / Play these strings until my fingers are raw
You’re so hard to please / What do you want from me

Poles Apart

A música fala sobre opostos. Segundo a mulher de Gilmour, que co-escreveu a letra, a primeira parte é para Syd Barrett, já que mostra uma nostalgia de um tempo de amigos que tomaram caminhos diferentes. E a segunda parte é para Roger Waters, e é uma crítica leve a um amigo que se tornou “frio” e que se tornou algo muito diferente do que era.

I never thought that you’d lose that light in your eyes

A Great Day For Freedom

A música faz menção à queda do muro de Berlim e a liberdade que isso simbolizou, mas também fala sobre o “muro” erguido por Waters e que libertou os outros integrantes. Mas a melodia não faz juz a letra e é uma das piores do disco.

Wearing The Inside Out

Essa música apresenta a voz de Wright depois de 21 anos! e a letra fala de desencontros, com a voz principal cantando uma frase enquanto vozes no fundo cantam outra parte da canção. Os cantores não se ouvem, falam por cima um do outro num total desencontro.

Take It Back

Uma levada pop que fala que um dia a natureza irá pegar o que é dela de volta. Meio fora de contexto para o disco.

Coming Back To Life

Apesar de uma introdução maravilhosa, a música se perde no caminho. Tenta falar sobre superação, mas não consegue.

Keep Talking

Dentro da proposta do disco, essa música fala sobre resolver os problemas através do diálogo, mas a melodia e os vocais estão muito longe da qualidade Floydiana.

Lost For Words

A música trata a falta de diálogo, a briga sem retorno, a desistência em sustentar uma relação e o perdão de uma das partes, perdão necessário para seguir em frente. Fala diretamente da briga entre Waters e Gilmour e do ressentimento e mágoa que ficaram entre os integrantes da banda.

While you are wasting your time on your enemies / Engulfed in a fever of spite
Beyond your tunnel vision reality fades / Like shadows into the night

Vale a pena ouvir

High Hopes

Ao considerar que esta é a última canção do último disco do Pink Floyd, é natural que a canção fale sobre nostalgia. Depois de tudo o que passaram, nada melhor do que reviver pensamentos e momentos, até porque é justamente isso que fica. A música fala da infância de Gilmour e da decisão de seguir os sonhos.

The grass was greener / The light was brighter
With friends surrounded / The nights of wonder

Na imagem destacada o detalhe da igreja no centro das imagens metálicas.

Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s