Filmes de Guerra, Canções de Amor #8

Enemy at the Gates

Resultado de imagem para enemy at the gates

Título em português: Círculo de Fogo
Direção: Jean-Jacques Annaud
Elenco: Jude Law, Rachel Weisz, Joseph Fiennes, Ed Harris
Ano: 2001
Duração: 130 min.

O filme conta a história do confronto de dois atiradores de elite, ou snipers, durante a Batalha de Stalingrado de 1942 a 1943. Durante o inferno que a cidade de Stalingrado se tornou, o filho de camponês Vasily Zaitsev (Jude Law) é apresentado aos horrores da guerra. Levado à linha de frente apenas com a munição, já que não havia armas para todos, ele precisa se fingir de morto para sobreviver. Mas escondido em um chafariz consegue um fuzil e mata, com as 5 munições que tem, 5 alemães. Esse feito extraordinário é acompanhado por comissário político Danilov (Joseph Fiennes).

Vasily Zaitsev torna-se o ícone da propaganda russa em plena 2ª Guerra Mundial. A sua fama o torna uma lenda viva para o exército russo e desperta também a atenção do exército nazista, que envia seu melhor atirador de elite, Major König  (Ed Harris), com o objetivo de matar aquele que se tornou a esperança de toda a Rússia. Numa verdadeira briga de gato e rato, König e Vasily duelam por todo o filme. Mas com a morte de Tania (Rachel Weisz), que provoca paixões em Danilov e Vasily, o comissário político resolve ajudar o sniper russo a derrotar o Major alemão.

Um filme de guerra com muito suspense. Enquanto o mundo está desabando ao redor deles, König e Vasily se mantêm frios e concentrados em seus objetivos. Um ótimo filme com bons momentos de tensão e uma fotografia espetacular, além de um cenário impecável da cidade de Stalingrado destruída. Mais informações sobre o filme, AQUI.

Abaixo o trailer:

 

 

Gioachino Rossini – Guilherme Tell – William Tell Overture

Guilherme Tell (Guillaume Tell em francês; Wilhelm Tell em alemão; William Tell em inglês) é uma ópera em quatro atos do compositor italiano Gioachino Rossini, feito a partir da peça Wilhelm Tell, do dramaturgo alemão Friedrich Schiller. Baseada na lenda de Guilherme Tell, esta ópera foi a última do compositor, embora ele tenha vivido mais quarenta anos depois de sua apresentação. A Abertura de Guilherme Tell, com seu célebre final, é uma obra importante no repertório de concertos e gravações operísticas.

A abertura, que dura aproximadamente 12 minutos, pinta um quadro musical da vida nos Alpes Suíços, o cenário da ópera. Apesar da ópera tratar principalmente da libertação da Suíça pelo lendário arqueiro Guilherme Tell (o mesmo da famosa passagem da flechada na maçã que está na cabeça de seu filho), uma bonita história de amor é contada em paralelo. O personagem Arnold está dividido entre o amor ao seu país e seu amor por Mathilde. Os dois finalizam a ópera com a consumação de seu amor.

Tenho certeza que você já ouviu. A parte final é, sem dúvida, a mais famosa.

 

Na imagem destacada o quadro do pintor Frederick Judd Waugh, intitulado The Swiss Alps, de 1887.

Não deixe de seguir o blog nas redes sociais!

Pinterest

YouTube

Twitter

Facebook

Até a próxima!

 

Anúncios

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s