Dragão Vermelho #1

P_20180806_100410_1_1.jpgAutor: Thomas Harris
Editora: BestBolso
Ano:2012
Páginas:381

“Duas famílias assassinadas em suas casas com um mês de intervalo. Birmingham e Atlanta. As circunstâncias eram semelhantes.”

Thomas Harris é um escritor e roteirista americano que ficou internacionalmente famoso pelo seus livros de suspense e ação e também pelo seu personagem mais famoso: Hannibal Lecter. Esse é o primeiro livro da trilogia e o suspense acompanha o leitor do início ao fim.

Acompanhamos a vida de Will Graham, um ex-detetive criminal que após um acidente de trabalho resolveu morar no litoral com a sua esposa Molly e seu enteado Willy. Vive uma vida descansada e finalmente conseguiu tirar de seus sonhos as imagens das inúmeras pessoas mortas, mutiladas e desfiguradas pelas quais teve que lidar durante toda a sua vida. Mas a sua tranquilidade é sacudida quando o investigador Crawford o chama para ajudar na captura de um novo serial killer.

Mesmo no ápice do seu prazer, lamentou ver que no desenrolar do filme ele havia perdido a graça e a elegância de movimentos, retorcendo-se como um porco com o traseiro virado descuidadamente para a câmera. Não houve pausas dramáticas, nenhuma sensação de paz ou clímax, apenas uma exaltação brutal.

O assassino matou duas famílias em cidades diferentes, mas da mesma forma: matou primeiramente os animais de estimação, entrou na casa na calada da noite, matou com crueldade os homens e as crianças e depois abusou das mulheres antes de matá-las. Até esse momento, nada é dito sobre a pessoa do assassino, mantendo o suspense. Então, Graham é confrontado com o seu pior pesadelo.

Para tentar encontrar as minúcias das pistas e da mente do assassino, Graham é levado a fazer algumas perguntas para o maior serial killer conhecido, Dr. Hannibal Lecter. Lecter estava na prisão de segurança máxima depois que Graham conseguiu capturá-lo anos antes. A mente genial e psicopata de Lecter faz a sua primeira aparição na trilogia e o jogo mental que faz com Graham invalida qualquer tipo de resposta sobre o assassino.

Agora estava no furgão de D. Reconheceu as ressonâncias. O furgão estava em movimento. O medo apossou-se dela. Seu instinto mandou-a ficar calada, mas os vapores estavam em sua garganta: clorofórmio e gasolina. Vomitou contra a mordaça.

O desenrolar da história é surpreendente no momento em que acompanhamos também a vida de Francis Dolarhyde, um homem com o rosto deformado de nascimento que, depois de uma infância extremamente solitária e abusiva, criou um personagem chamado Dragão Vermelho, retirado de um quadro. A violência dos atos praticados com suas vítimas era atrelada ao sadismo de sua prática sexual com as mulheres que matava. Dolarhyde trabalhava em uma produtora de vídeos e assim conheceu Reba McClane, uma funcionária da mesma empresa, cega, que acaba se apaixonando por ele.

Os ingredientes para um grande livro estão postos. Graham consegue seguir uma pequena pista e chega no local em que Dolarhyde trabalhava no momento em que ele sequestra Reba para matá-la em sua casa. Ao chegar ao local da explosão, Graham descobre que Reba saiu ilesa, mas um fêmur e alguns outros ossos confirmam que o Dragão Vermelho morreu. Será? Graham retorna para casa junto de Molly e Willy e pensa que sua vida voltará ao normal quando os dentes amarelos de Dolarhyde aparecem em sua frente próximo à sua casa. Após desfigurar o rosto de Graham, finalmente o Dragão Vermelho sucumbe aos seis tiros no rosto que Molly desfere, sem piedade.

Na imagem destacada o quadro de William Blake, O Grande Dragão Vermelho e a Mulher Vestida com o Sol, quadro citado no livro como sendo o quadro que Dolarhyde tinha em seu quarto.

Indico o filme Dragão Vermelho, primeiro da trilogia com Anthony Hopkins, Edward Norton e Ralph Fiennes.

Comprar:

Amazon

Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s