Vocação para o Mal #70

P_20181209_212032_NT_1_1.jpgAutor: Robert Galbraith
Editora: Rocco
Ano: 2016
Páginas: 494

Uma perna decepada de mulher fora atochada dentro da caixa, os dedos dos pés dobrados para trás para caber.

Acompanhamos a história do detetive particular Cormoran Strike e de sua detetive assistente Robin. Strike tem um passado conturbado, de alegrias e tristezas. Sua mãe era uma rockeira drogada que acabou sendo morta pelo seu ex-parceiro. Cormoran se alistou no Exército para esquecer tudo isso, mas um ferimento em combate o deixou amputado de uma das pernas do joelho para baixo. Seu corpo enorme e seu rosto amassado pelos anos de prática de boxe o fizeram ser considerado um verdadeiro brutamonte. Mas seus últimos casos ajudaram a prender grandes assassinos e por isso ela estava sendo muito bem visto pela população e pela mídia. Mas essa boa imagem só levantava rancor daqueles que ele havia colocado atrás das grades.

Ao mesmo tempo Robin passa por um dilema pessoal. Noiva de Matthew, ela sofre com os ataques de ciúme do noivo. E o pior, Strike é o principal alvo desse ciúme. Entre seu noivado e seu trabalho, Robin descobre que Matthew a traiu durante meses com a sua melhor amiga, e agora tudo ao redor dela começa a desmoronar.

Ele escapou de ser detectado três vezes: três mulheres mortas e ninguém tinha nenhuma pista de quem as matara. Ter consciência disso permitia que ele lesse o Metro de hoje sem o mais leve sinal de medo; para sentir apenas orgulho e satisfação com os relatos histéricos da perna decepada, saborear o sopro de medo e confusão que se erguia de cada reportagem, a incompreensão lamurienta das massas de ovelhas que sentem o cheiro de um lobo.

O caso é bizarro: alguém enviou uma perna decepada para o escritório de Strike, mas endereçado a Robin. Sem saber por onde começar, Cormoran lista pelo menos 3 principais suspeitos, todos eles com motivos de sobra para acabar com a vida do detetive.

O primeiro é Laing, um ex-soldado que foi preso por Strike acusado de pedofilia. Outro é Brockbank, que Cormoran colocou na cadeia por 19 anos. E o terceiro é Whittaker, ex-padastro de Strike, que assassinou sua mãe, mas saiu ileso das acusações por falta de prova. E o livro então entra em seu ritmo. Robin e Strike vão atrás de todas as pistas sobre os três. Entre uma viagem e outra, a vida pessoal de Robin retorna para assombrá-la, enquanto que o passado de Strike insiste em visitá-lo.

Um dedo do pé apodrecido estava preso com fita adesiva no canto interno do cartão. Cuidadosamente impressas em letra maiúsculas, estavam as palavras: SHE’S AS BEAUTIFUL AS A FOOT.

Ao mesmo tempo acompanhamos os pensamentos do assassino, sem saber a sua identidade. Vamos com ele para um novo assassinato e os pensamentos bizarros de necrofilia e canibalismo que o acompanham. Um homem perturbado, sem dúvida, mas que se veste e se porta como um comum na sociedade.

Strike e Robin seguem pistas e mais pistas com a ajuda da polícia, mas quando nada mais há para procurar, o verdadeiro alvo do assassino fica livre: Robin. Ela é atacada, mas consegue se defender graças a um alarme anti-estupro que Strike lhe deu. O assassino não conseguiu o que queria, mas outra mulher pagou o preço ao ter seus dedos e suas orelhas arrancadas em uma viela estreita de Londres.

Ele havia colocado os dedos da última na geladeira. Pegou um, apertou nos lábios e mordeu com força. Imaginou a mulher ainda ligada ao dedo, gritando de agonia. Enterrou mais os dentes, saboreando a sensação da carne fria se rasgando. Os dentes cravando o osso. Uma das suas mãos abriu o cordão do moletom…

Cormoran consegue um pequeno rastro e finalmente invade o apartamento que o assassino fazia de cativeiro. Quem ele é, deixo para que vocês descubram. Mas uma importante dica sobre se o livro é bom ou não eu posso dar: o nome do autor Robert Galbraith é um pseudônimo de J. K. Rowling, autora mundialmente famosa pela saga Harry Potter. Na verdade eu só descobri após ler o livro, já que essa informação está na orelha do livro.

Um livro muito bom, com um suspense que deixa o leitor preso ao que vai acontecer, e faz com que a leitura seja muito prazerosa.

Na imagem destacada o quadro Le Grand prêtre Corésus se sacrifie pour sauver Callirhoé (Coresus Sacrificing Himself to Save Callirhoe), de Jean-Honoré Fragonard – 1765.

Comprar

Amazon

Até a próxima!

Anúncios

11 comentários

    1. Pelo que vi há mais livros adultos nessa linha de suspense policial.
      Acredito que ela tenha se ‘escondido’ atrás de um pseudônimo para poder se desligar do tipo de livro que é Harry Potter. Penso nisso como a fuga de um rótulo. Li uma reportagem onde ela fala que escondeu a verdadeira identidade de Robert Galbraith até onde pôde.
      Abraço.

      Curtido por 1 pessoa

  1. Oi Gabriel, li os três livros, incluindo este, claro, O Chamado do Cuco, O Bicho da Seda e Vocação Para O Mal. As histórias não são continuação, o que continua são os personagens e suas vidas, e ouvi falar num quarto livro, e esperando ansiosamente. Como os três primeiros livros são físicos, se viesse um quarto seria físico também.
    Boas histórias e me prendi do começo ao fim.
    Abraços.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe uma resposta para Juliane Orosco Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s