O Cliente Ilustre #13

P_20181226_084231_1.jpgEditora: Martin Claret
Ano: 2011
Páginas: 31

“-Hoje ela não pode prejudicar ninguém.
E foi assim que obtive, finalmente, a permissão para registrar por escrito um momento, um ponto alto em certos aspectos, da carreira do meu amigo.”

Sherlock Holmes, nessa história, confronta um grande adversário. Um dos maiores assassinos da Europa, Barão Gruner. Holmes é chamado por um ilustre nobre inglês, que não pode ter o nome revelado por causa do escândalo que ocorreria se o seu nome estivesse vinculado a um caso tão grave: sua filha estava de casamento marcado com Gruner, e não havia nada que pudesse impedir esse casamento, só Sherlock Holmes.

Tive vários adversários aos quais esse termo lisonjeiro foi aplicado. Se esse homem é mais perigoso que o falecido Prof. Moriarty ou o coronel Sebastian Moran, que ainda está vivo, realmente vale a pena conhecê-lo.

Holmes então busca por pistas e informações de Gruner, e acaba encontrando no submundo de Londres através de sua famosa rede de contatos não-oficiais. Uma mulher com o resto de dignidade que ainda lhe restava, depois de se relacionar com Gruner, conta a Holmes que Gruner é um exímio colecionador de porcelanas e de mulheres. As porcelanas ele guarda em uma área reservada de sua casa, mas o que faz com as mulheres ele guarda em um diário que esconde no escritório. O detetive então arma uma armadilha.

Esse indivíduo é, como talvez já tenha ouvido falar, extraordinariamente bonito. Possui modos fascinantes, uma voz acariciante e o ar romanesco e misterioso que tanto agrada às mulheres. Dizem que tem todo o belo sexo à sua mercê e se aproveita amplamente desse fato.

Watson se passa por um colecionador de porcelanas para ludibriar Gruner enquanto Sherlock rouba o diário, mas antes que tudo esteja resolvido Gruner descobre o embuste e corre para salvar o diário. Nesse momento a mesma mulher que ajudou Holmes aparece e joga ácido no rosto de Gruner. Apesar de já ter visto de tudo, até mesmo Watson sente pena de Gruner, que agora nunca mais irá seduzir mulheres indefesas.

Esse conto faz parte da coletânea Os Arquivos de Sherlock Holmes, que você pode adquirir na Amazon.

Na imagem destacada o quadro Portrait of the Rt. Honorable Stephen Poyntz, of Midgeham, Berkshire, Jean-Baptiste Van Loo –  1740.

Até a próxima!

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s