Filmes de Guerra, Canções de Amor #21

Operation Finale

Resultado de imagem para operation finale cover

Título em português: Operação Final
Ano: 2018
Diretor: Chris Weitz
Atores: Oscar Isaac, Ben Kingsley, Mélanie Laurent
País: Estados Unidos

Esse drama histórico segue os esforços dos oficiais de inteligência israelenses do Mossad para capturar o ex-oficial da SS Adolf Eichmann em 1960. Vários materiais de origem, incluindo Eichmann em Minhas Mãos, um livro de memórias do oficial israelense Peter Malkin, forneceram a base para a história. Na véspera de Natal de 1944, o SS-Obersturmbannführer Adolf Eichmann (Kingsley) foge da Frente Oriental para Berlim para coordenar a destruição de documentos relacionados ao Departamento B4, escondendo-se após o término da guerra em uma pequena cidade próxima à Buenos Aires, na Argentina. Passa a viver uma vida simples de um operário até que um dia seu filho Klaus se envolve com uma jovem judia e a sua identidade é descoberta. Alguns pontos são interessantes ao ver esse filme:

Em primeiro lugar as manifestações anti-semitas presentes na sociedade argentina da década de 1950. É interessante ver como as ideias nazistas ainda estavam vivas mesmo com tão pouco tempo do fim da guerra, e mais interessante ainda é ver isso em uma sociedade tão distante da Europa.

E ainda chama a atenção a forma como Eichmann vivia tranquilamente, como se ele nunca tivesse participado de uma das maiores atrocidades da história da humanidade. Depois de preso, Eichmann não mostrou resistência e até manteve uma relação de cordialidade com seus captores, mas fiquei com uma pergunta na cabeça: Como é possível que alguém tenha cometido tantas barbaridades e viver de bem consigo mesmo? A busca para essa resposta, responde muitas outras. Segue o trailer:

J.S.Bach – Orchestral Suite no.2 in B minor (7.Badinerie)

As quatro suítes orquestrais, BWV 1066-1069, são quatro suítes de Johann Sebastian Bach. Aqui está apenas o sétimo movimento da Suíte nº 2 em sol menor, BWV 1067. Badinerie significa brincadeira e tem origem na palavra italiana scherzo. É frequentemente, mas nem sempre, de natureza alegre. Nesse caso, Bach nos brinda com uma melodia simples, rápida e cheia de alegria.

Na imagem destacada o quadro, Johann Sebastian Bach and Friedrich the Great, de Hermann Kaulbach.

Até a próxima!

6 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s