Assassinato no Expresso Oriente #9

p_20191002_071929_1-1422469330.jpg

Autora: Agatha Christie
Editora: L&PM
Ano: 2017
Páginas: 263

“Este é um caso ideal. Pesquisar os antecedentes de todas essas pessoas, descobrir de são de boa-fé; tudo isso leva tempo e é uma inconveniência sem fim. Porém, já não o escutei dizer que, muitas vezes, para resolver um caso, um home só precisa se recostar na poltrona e refletir? Faça isso.”

Um dos mais famosos livros de Agatha Christie. E tem razão para ser. Uma história muito bem pensada, personagens misteriosos, um detetive perspicaz e um cruel assassinato. Todos os ingredientes para um bom livro de suspense estão nessa obra maravilhosa.

Hercule Poirot viaja no expresso oriente, um trem que sai de Istambul na Turquia e corta a Europa até Calais, na litoral norte francês. Dentro do segmento, que além do vagão dormitório conta com um vagão restaurante, além de Poirot e Monsieur Bouc, dono da companhia ferroviária, viajam 12 passageiros das mais variadas classes sociais, nacionalidade e motivos para viajar.

“E ainda sim, a cena se presta para um romance, meu amigo. Ao nosso redor, há pessoas de todas as classes, nacionalidades e de todas as idades. Por três dias, essas pessoas, estranhas entre si, são reunidas em um só lugar. Comem e dormem sob o mesmo teto, não podem fugir umas das outras. Ao final de três dias, despedem-se, cada uma segue o seu caminho, talvez para nunca tornarem a se ver.”

Ao passar pela Iugoslávia, o trem fica preso em um banco de neve no meio entre duas cidades. Para piorar as coisas, um dos passageiros, Sr. Ratchet, é encontrado morto em sua cabine. Um médico de outro vagão é chamado para atestar a morte e descobre que Ratchet levou nada menos que 12 facadas. E um detalhe particular chama a atenção: existem ferimentos muito fundos e outros muito rasos, existem ferimentos que somente pessoas canhotas poderiam desferir e outros que apenas destros poderiam infligir. Poirot, então, é requisitado para solucionar o crime.

Logo Poirot toma uma decisão muito importante, pegar o depoimento de todos os passageiros e do condutor do vagão. E nesse ponto está a genialidade da autora. Pessoas com várias nacionalidades e com diversas personalidades são ouvidas e mostram um pouco de seu caráter. Pelo depoimento dos passageiros, Poirot chega a conclusão de que apesar de Ratchet ter sido morto por algum dos passageiros, todos eles possuem álibi para não terem cometido o crime.

“Mas eu, mademoiselle, tenho minhas pequenas particularidades. Primeiro, olho para minha testemunha. Analiso o caráter dele ou dela e formulo minhas perguntas de acordo.”

Logo a nacionalidade de Ratchet é descoberta: americano. E mais: seu nome verdadeiro é Cassetti, um assassino que matou uma criança anos antes e que conseguiu a absolvição nos tribunais. O crime foi muito noticiado e toda a família da criança ficou em estado de choque. Poirot vai tecendo uma teoria baseado em um segundo depoimento e finalmente consegue desvendar o crime. A solução do assassinato é impressionante.

Como sempre, Agatha Christie coloca todos os motivos e pistas na frente do leitor. Todas as evidências estão lá; acompanhamos a mente de Poirot e mesmo assim a solução é sempre incrível. Um livro que eu indico.

Na imagem destacada o quadro The Murder, de Paul Cézanne – 1867.

Indico o filme Murder on the Orient Express de 2017.

Comprar

Amazon

Até a próxima!

10 comentários

  1. Eu ainda continuo me devendo a leitura dos clássicos da Agatha.
    E toda vez que vejo suas resenhas me dá vontade de atravessar uma porta para um universo paralelo de onde só sairia depois de ter lido tudo o que foi produzido.
    Ai ai… Parar de abstração e começar a meter a mão na massa.
    Beijoca, Gabe!

    Curtido por 2 pessoas

    1. Olá Isabela,
      Falar que os livros da autora são muito bons é chover no molhado. A experiência da leitura é inesquecível, de verdade. Quando tiver oportunidade, se me permite uma sugestão, comece por histórias do personagem Hercule Poirot. Na minha opinião, são as melhores.
      Abraço.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s