A Mão Misteriosa #11

wp-1589890829537..jpg

Autor: Agatha Christie
Editora: L&PM
Ano: 2016
Páginas: 218

E apesar de saber que, na verdade, o que ela disse não fazia sentido, concordei. Em um lugar como Lymstock nada sórdido podia acontecer. É estranho pensar que foi apenas uma semana depois disso que recebemos a primeira carta.

Mais um dos ótimos livros de Agatha Christie estrelado por uma de suas memoráveis personagens, Miss Marple. Mas diferente de outras histórias, nesse livro acompanhamos o desenrolar da história pela ótica de outro personagem.

Tudo começa quando Jerry sofre um acidente de avião e como forma de tratamento, seu médico o aconselha a se retirar para o interior. Jerry e sua irmã Joanna, buscam esse refúgio em Lymstock. Uma bucólica cidadezinha do interior, que tem só uma rua principal e onde o maior evento é a reunião mensal das mulheres religiosas.

“Lá dentro, havia palavras e letras impressas recortadas e coladas sobre uma folha de papel. Fiquei um ou dois minutos olhando para as palavras sem me dar conta de seu significado. Então levei um susto.”

Após se instalar em uma pequena casa, Jerry logo descobre que aquelas pacatas pessoas guardavam segredos inimagináveis. E esses segredos eram tragos à tona por cartas anônimas enviadas aos moradores. Cartas que Jerry e Joanna também receberam, mas pouco caso fizeram. Contudo, tudo muda de perspectiva quando uma respeitada mulher, esposa e mãe exemplar, se suicida após receber mais umas das cartas anônimas.

Jerry se junta a polícia e passa todas as informações que ele sabia, pois como homem de fora da cidade logo ganhou a confiança dos moradores. E um perfil do assassino é rapidamente traçado: uma mulher, respeitada socialmente, fora de qualquer suspeita e que tinha na confecção das cartas anônimas sua maior compulsão.

“Ela só tinha achado aquilo ‘estranho’. Ela não era uma garota muito inteligente, imagino, e tinha uma leve desconfiança, a sensação de que havia algo errado. Sem dúvida não suspeitava estar diante de uma mulher capaz de assassinato.”

No momento em que as suspeitas estavam sendo catalogadas, algo impensável ocorreu em Lymstock: uma empregada doméstica é brutalmente assassinada e seu corpo é escondido. E as cartas sórdidas que contavam os segredos mais obscuros dos moradores adquirem um novo nível. Agora, o autor das cartas era também um assassino.

E mesmo com as investigações em andamento, algumas peças ainda não se encaixavam. Então, uma das moradores decide chamar uma velha amiga sua, chamada Miss Marple, para ajudar. Na verdade, Miss Marple nem é tão importante para o desfecho da história pois tudo gira em torno de Jerry e do investigador Nash, mas seu conhecimento sobre o caráter humano se mostra muito importante para que o assassino seja descoberto. E o assassino é alguém inesperado!

“Não estou falando desse tipo de especialista. Não estou falando em alguém que entenda de cartas anônimas ou mesmo de assassinato. Estou falando de alguém que entenda de pessoas. O senhor não percebe? Precisamos de alguém que entenda muito de maldade e sordidez.”

Como é de costume, mais um livro de Agatha Christie que te prende até o fim.

Na imagem destacada o quadro A Cart on a Country Road in Summertime, de Barend Cornelis Koekkoek.

Comprar:

Amazon

Até a próxima!

1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s